O teólogo e empresário Melque Aires será o novo candidato a vice-governador pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). O anúncio foi feito depois que o Tribunal Regional eleitoral (TRE) negou o registro de Mayst Maia porque ele não fez a descompatibilização do cargo de professor na rede pública no período previsto na lei.

“Recebi o convite do partido e do Mário Lúcio e aceitei por querer servir ao nosso povo do Tocantins. Eu já tenho vários serviços prestados pelo nosso estado, sou pioneiro da criação de Palmas e do Tocantins. Acredito que a forma mais fácil de ajudar o meu semelhante é na política”, disse Aires.

Ele é natural de Brejinho de Nazaré. Iniciou a carreira pública no ano de 1998 como secretário de governo da Prefeitura de Palmas. Em 2002 foi eleito vereador da capital. Também ocupou os cargos de presidente do Banco do Empreendedor e vice-presidente do Naturatins e subsecretário no governo estadual.

O candidato a governador pelo PSOL é Mário Lúcio Avelar (PSOL), que também teve o registro de candidatura negado por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral na tarde desta sexta-feira (18). O registro foi negado porque o candidato é procurador federal e não pediu exoneração do cargo para disputar a eleição suplementar. Ele informou que vai recorrer.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario