Sete palestinos que participavam de atos na Faixa de Gaza, perto da fronteira de Israel, foram mortos nesta sexta-feira (30) pelo Exército de Israel, segundo as autoridades de saúde locais. Outros cerca de 500 ficaram feridos, de acordo com os médicos palestinos.

O ato marca o primeiro dia de protestos da chamada “Marcha do Retorno” convocada pelo Hamas, grupo que comanda a Faixa de Gaza. Milhares de palestinos se reuniram em cinco acampamentos em diferentes locais da região próximos à fronteira com Israel.

Um palestino, identificado como agricultor da região, havia sido morto antes das manifestações.

Tendas de campanha foram montadas a uma distância de cerca de 700 mestros da fronteira, mas os manifestantes palestinos têm realizado demonstrações a cerca de 200 metros do território israelense, diz a agência Efe.

Segundo testemunhas, do lado israelense foi possível ouvir disparos e ver muita fumaça, enquanto em Gaza havia várias ambulâncias posicionadas.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario