As vítimas eram moradoras de Paraíso do Tocantins. Uma delas ficou carbonizada e teve perna amputada pelo acidente.

Os corpos dos ciclistas, que morreram após serem atropelados por um caminhão na TO-080 nesta terça-feira (28), foram identificados pelo Instituto Médico Legal (IML). São eles: Thiago Krygsman Horácio, de 35 anos, e Thiago Batista Branquinho Moreira, de 32. Os corpos já foram liberados para velório e enterro.

Os dois eram moradores de Paraíso do Tocantins. Thiago Krygsman trabalhava em uma agência bancária e costumava compartilhar fotos da prática de pedal com amigos, por vários lugares. Já o outro, era representante comercial.

Os corpos estão sendo velados em funerárias de Paraíso do Tocantins e devem ser enterrados no período da tarde.

Foto: Montagem/G1

No momento do acidente, os dois estavam passeando e praticando atividades físicas, na descida da Serra do Estrondo. A Polícia Militar informou que a carreta seguia no sentido Palmas – Paraíso, quando perdeu o controle e atingiu os ciclistas. Com o impacto, um deles teve o corpo carbonizado e uma das pernas amputadas.

Após o atropelamento, o caminhão bateu na encosta da serra e pegou fogo. As chamas também atingiram a vegetação nas margens da rodovia, mas foram controladas pelos brigadistas florestais. Os bombeiros informaram que o motorista não foi encontrado no local.

A Polícia Civil informou que o motorista foi identificado e um inquérito será aberto para apurar as causas do acidente. A investigação deverá ser feita pela 62ª delegacia de Paraíso do Tocantins.

 

Por: G1 Tocantins


Compartilhar:

Deixe seus Comentario