Homem ameaçava jogar criança quando polícia chegou ao local, em Jersey City, e não aceitou negociar; ele foi preso e acusado de tentativa de homicídio. Bebê foi levado ao hospital por precaução, mas não teve ferimentos. O policial Eduardo Matute segura o bebê de um mês que salvou em Jersey City, nos EUA
Reprodução/Instagram/Steven Fulop
Um policial salvou a vida de um bebê de um mês, ao conseguir apanhá-lo depois que ele foi jogado do segundo andar de um prédio em Jersey City, no estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos.
O prefeito de Jersey City, Steven Fulop, postou uma foto do oficial Eduardo Matute, responsável pelo salvamento, segurando a criança já no hospital. O bebê foi encaminhado ao local por precaução, mas foi liberado após exames, sem qualquer ferimento.
A polícia havia sido acionada depois que um homem foi visto na varanda de um apartamento, no segundo andar de um prédio, ameaçando arremessar o bebê, na manhã de sábado (18). Apesar de os policiais tentarem convencê-lo a mudar de ideia, ele jogou a criança, que foi apanhada por Matute.
O homem foi preso e acusado de tentativa de homicídio e por colocar a vida de uma criança em risco. As identidades dele e do bebê não foram divulgadas.
O gabinete do procurador do condado de Hudson parabenizou o policial Matute, além de seu comandante Michael McKerry e do socorrista Joseph Casey, pela “bravura” na ação. O perfil oficial da cidade também publicou a imagem de Matute com a criança e agradeceu seu trabalho ao salvar aquela vida em “uma circunstância extremamente estressante”.
Vídeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

Fonte: G1 Mundo


Compartilhar:

Deixe seus Comentario