O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, comentou nesta quinta-feira (1º), durante um discurso no Parlamento, que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, visitará “em breve” Seul para a realização de uma nova cúpula.

No encontro em Pyongyang, em setembro, foi acordado que Kim visitaria Seul antes de terminar o ano, o transformando no primeiro líder norte-coreano a pisar solo sul-coreano.

Durante um discurso sobre política econômica pronunciado nesta quinta por Moon, na Assembleia Nacional (Parlamento), o presidente destacou que os atuais avanços diplomáticos para levar a desnuclearização e a paz à península são um eixo para conseguir um crescimento sustentável.

“A segunda cúpula entre a Coreia do Norte e Estados Unidos será em breve. Espera-se que Kim Jong-un visite a Rússia e que (o presidente da China) Xi Jinping vá até a Coreia do Norte. A possibilidade de uma nova cúpula com a Coreia do Norte também está aberta. A visita de Kim Jong-un a Seul será em breve”, disse Moon.

No entanto, o presidente sul-coreano não deu mais detalhes sobre a visita ao Sul do líder norte-coreano.

Na semana passada, a ministra das Relações Exteriores sul-coreana, Kang Kyung-wha, disse que Seul segue tendo em mente que a visita de Kim acontecerá “antes do final do ano”.

Deste modo, é mais que provável que a reunião entre Kim e Moon em Seul – que seria a quarta cúpula deste ano – aconteça antes do segundo encontro entre o líder norte-coreano e o presidente dos EUA, Donald Trump, para seguir tratando da desnuclearização do regime.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario